zeolite-removebg-preview.png
WhatsApp Image 2021-02-04 at 18.33.12.jp

Zeolita Clinoptilolita

zeolite-removebg-preview.png
zeolite-removebg-preview.png
zeolite-removebg-preview.png

A Zeolita Clinoptilolita é um mineral de origem vulcânica natural. São aluminosilicatos hidratados que possuem estrutura tridimensional. Esse mineral tem alta capacidade de troca catiônica - CTC. É um produto indicado para todas as espécies animais.

 

A Zeolitas foram descobertas em 1756 pelo mineralogista sueco Freiherr Axel Frederick Cronsted. Desde então foram identificadas e reconhecidas cerca de 50 espécies de zeolitas naturais e mais de 100 espécies foram sintetizadas em laboratórios. As Zeolitas comercializadas pela ZEOVET são produto 100% natural registrado no MAPA – Ministério da Agricultura , Pecuária e Abastecimento sob o número SP -59389-30003

​ 

A capacidade da troca catiônica representa a quantidade equivalente a um cátion que pode ser retida por meio de intercâmbio iônico, por uma massa de Zeolita. A estrutura cristalina tridimensional do mineral forma uma malha com partes ocas, carregadas com íons negativos, dessa forma sequestra toxinas e metais pesados por adsorção, além da sua capacidade de absorção.

A desintoxicação é feita de maneira sequencial, pois possui poros que podem ter seus tamanhos variados pelo simples processo de troca iônica de exclusão de tamanho na maneira de uma “peneira molecular”. Metais pesados como amônio, chumbo, cádmio, alumínio, mercúrio são facilmente removidos, de maneira sequencial, assim que toxinas alocadas no intestino delgado, poluentes tóxicos, amônio, gás metano, xenoestrogênios, histamina.

As Zeólitas funcionam por 3 mecanismos distintos:

- Troca catiônica: libera íons de Sódio, Cálcio, Magnésio e Potássio, captando cátions mono e bivalentes presentes no meio;

- Barreira física: os espaços entre os grãos atuam como uma peneira, retendo partículas sólidas;

- Adsorção: Por meio de ligações fracas (ligações de Van der Waals) os íons são retidos na superfície do mineral. 

 

Figura-1-Estrutura-da-zeolita-Y.png
zeolite-removebg-preview.png
zeolite-removebg-preview.png
zeolite-removebg-preview.png
zeolite-removebg-preview.png